Banco Inter oferece conta Kids para crianças e adolescentes

Conta Kids uma nova ideia para um novo público. O Banco Inter é conhecido por fornecer contas correntes de cartão de crédito totalmente gratuitas e sem anuidade.

No entanto, o banco agora introduziu um novo método de conta, a conta digital infantil, com foco na educação financeira de crianças e jovens.

Conheça tudo sobre a conta Digital Kids do Banco Inter

Assim como as contas digitais comuns, as contas infantis são totalmente gratuitas. A conta vem com cartão de débito com bandeira da MasterCard e traz opções de investimentos e planos de previdência para os pais cuidarem do futuro dos filhos.

Todo o gerenciamento de contas é feito através do super app ou site do Banco Inter (Internet Banking). Por meio dessa plataforma, você pode fazer investimentos, verificar as despesas do seu filho e controlar o bloqueio e desbloqueio dos cartões.

Saiba mais detalhes para abrir uma Conta Kids no Inter

Para abrir Conta Kids no Banco Inter, os menores devem possuir RG e CPF, e os documentos devem ser enviados pelos pais ou responsáveis ​​no momento da abertura da conta.

Quem já é correntista vai limpar o cache do app e iniciar o cadastro digitando o CPF da criança para acesso. Se o pai ou responsável não for o titular da conta, siga as etapas abaixo:

  1. Deve baixar o super app do Banco Inter (Android ou iOS)
  2. Em seguida vai preencher informando os dados da criança ou adolescente
  3. Logo depois colocar também os dados do responsável pela conta
  4. Após isso deve enviar todos os documentos e selfies (do menor e do responsável)
  5. Finalizado, em até 10 dias o Banco Inter estará analisando os dados para abertura da Conta Kids

A nova Kids é ideal para pais e responsáveis ​​que desejam planejar e investir no futuro de seus filhos. O responsável pelo pagamento da mesada também pode utilizar um cartão personalizado em nome do filho, que auxilia na educação financeira desde cedo.

Tudo feito em conta digital gratuita, e com transferências e saques ilimitados, como a conta pessoal. O movimento do Banco Inter é semelhante ao do Banco BS2, que lançou a Conta Blu em setembro de 2019, um aplicativo que combina educação financeira com contas digitais para bolsas de jovens menores de 18 anos.

No site, você pode acessar e verificar os termos e condições e concluir abertura de conta. Caso o responsável opte por abrir o aplicativo, deverá utilizar um celular sem conta de agência cadastrada, caso contrário, limpe o cache do aplicativo para abri-lo.

A nova conta é democrática, pois os pais ou responsáveis ​​podem investir na caderneta de poupança a partir de R $ 10,00, existem outros investimentos, que vão desde renda fixa até renda variável.

A conta vem acompanhada de um cartão personalizado com o nome da criança ou jovem. Em relação aos investimentos, a conta Kids do Banco Inter permite o acesso a uma ampla gama de carteiras de investimento.

Isso pode incluir renda fixa (CDB, LCI e LCA), fundos de investimento, planos de previdência privada, ofertas públicas e renda variável, exceto para sociedades corretoras de habitação (compra e venda Ações).

Infelizmente, ao contrário de alguns bancos tradicionais, o Banco Inter não permite que contas de titulares com menos de 18 anos comprem e vendam ações em uma corretora de imóveis, mesmo que a conta seja administrada pelo responsável.

A boa notícia é que, além dos corretores imobiliários, a plataforma aberta de investimentos (PAI) possui uma ampla gama de carteiras de investimentos que vão desde renda fixa até renda variável.

Banco Inter oferece conta Kids para crianças e adolescentes

Banco Inter

O Banco Inter, antigo Banco Intermedium, é uma rede de bancos brasileiros localizados em Belo Horizonte, que se caracteriza por ser um dos primeiros bancos digitais do Brasil e não cobra taxas de serviço básicas.

A Intermedium CFI Financial Corporation foi fundada em 1994 em Belo Horizonte por membros da família Menin, proprietária do Grupo MRV Engenharia.

Em 2007, o negócio de crédito imobiliário foi reaberto e o refinanciamento imobiliário passou a ser o principal produto da carteira de investimentos.

O sinal de 2008 foi o recebimento de uma carta de patente do banco central autorizando-o a operar como banco múltiplo.

Veja Ainda: Serasa com nova ferramenta para aumentar o Score

Deixe um comentário