Como vender pelo PicPay? Veja as taxas e como receber pagamentos

O PicPay é uma carteira digital que pode ser utilizada para transações sem máquina de cartão, podendo atrair a atenção de lojistas ou autônomos que precisam vender com cartão de crédito ou débito, mas não possuem máquinas.

O aplicativo está disponível para Android e iPhone (iOS) e oferece diversos perfis para recebimento de pagamentos móveis com taxas flexíveis e opções de parcelamento sem juros, mas a movimentação de conta também é restrita.

A seguir, aprenda como usar o PicPay para ganhar dinheiro e entender os recursos úteis para os vendedores.

Como funciona o PicPay para lojas e vendedores?

O PicPay é usado como uma carteira digital que facilita pagamentos e recebimentos. O aplicativo é projetado para fornecer serviços para usuários comuns e vendedores e tem alguns significados positivos para vendedores, como a máquina de distribuição para receber pagamentos com cartão de crédito.

Uma conta pessoal PicPay é considerada o serviço mais básico, permitindo que você receba um limite mensal de R $ 800 na conta. Caso a receita da loja ou fornecedor ultrapasse este valor, é recomendável a assinatura de um plano de vendas do PicPay, que prevê um limite superior e outras conveniências para os concessionários.

Para criar uma conta PicPay, basta baixar o aplicativo e inserir o CPF, número do celular, email, nome completo e data de nascimento. Depois, você pode cadastrar um cartão de crédito para pagamento online, e fazer uma transferência bancária via TED, DOC ou boletobancário para colocar dinheiro na carteira.

Embora leve algum tempo para que esses métodos caiam no PicPay, eles são transferidos para os titulares de contas do Banco Original no local.

No momento da compra, o cliente deve ler o código QR do revendedor ou selecionar a opção “Pagamento” na guia “Local”. Outra forma de o cliente realizar o pagamento das vendas pelo PicPay é utilizando uma máquina Cielo, que pode ler códigos QR caso a empresa não tenha conta na carteira digital.

PicPay Empresas: Como funciona?

O PicPay Empresas é para varejistas e equipe de vendas. Não há taxas anuais ou mensais para este plano, mas uma taxa será cobrada ao receber pagamentos por meio do aplicativo.

O valor da taxa é flexível e pode ser alterado de acordo com o local da empresa. Por exemplo, quando o vendedor opta por receber a mercadoria em um dia útil, a taxa é de 1,99% do preço de compra. Se você espera receber o dinheiro em 30 dias úteis, ele cai para 1,26%. Se o vendedor decidir cobrar a taxa em até 80 dias úteis, a taxa é zero.

O plano também oferece aos clientes a possibilidade de parcelamento sem juros. Nesse caso, o vendedor receberá o pagamento integral na conta do aplicativo, podendo ser aplicados descontos tarifários.

O limite de pagamento de contas é de R $ 5.000 por dia, e o limite de recebimento é de R $ 10.000 por 30 dias. Você pode se cadastrar através do aplicativo PicPay Empresas, clicar em “cadastrar minha empresa”, ou se cadastrar no site “lojista.picpay.com/registro/” (sem aspas).

Saiba mais sobre o PicPay Pro

O PicPay Pro é uma forma de aplicativo, principalmente para profissionais liberais e autônomos, como vendedores ambulantes. A conta Pro permite que você faça pagamentos ilimitados sem pagar aluguel ou mensalidade e tenha um desconto de 2,99% em cada transação.

O plano traz muitas vantagens, como uso ilimitado dos recibos do cartão de crédito, parcelamento para compra em até 12 vezes o valor sem juros e sem pré-pagamento ou taxa de transferência.

Para se tornar o PicPay Pro, basta acessar o menu “Configurações” do aplicativo e clicar em PicPay Pro para selecionar a função “Profissional, sem uso comercial fixo”.

Como vender pelo PicPay

PicPay e-commerce

O e-commerce do PicPay permite que você utilize a carteira digital como meio de pagamento para vendas pela Internet, para que os clientes possam escanear o código QR do site para debitar seu saldo no PicPay para compras.

Para ter uma conta de e-commerce PicPay, basta acessar o site “ecommerce.picpay.com/registrer/” (sem aspas) e preencher os dados. Após a confirmação do registro, o PicPay fornece aos usuários tokens e processos para permitir a implementação de serviços de pagamento em sites de compras.

O PicPay garante que o processo não seja complicado e as APIs de todos os serviços são desenvolvidas para simplificar a experiência.

O e-commerce PicPay oferece um período de teste gratuito de três meses. Após 90 dias, se você continuar usando a tecnologia, a taxa irá variar dependendo de quando o empresário opta por receber o pagamento, assim como o PicPay Empresas. Para receber em um dia útil, a taxa é de 5,86%; em 14 dias, 4,89%; em 30 dias, 3,89%.

Outros serviços (como transações, mensalidades, custos de configuração, saques, cancelamentos, faturamento e procedimentos antifraude) são gratuitos.

PicPay Assinaturas

Outro tipo de conta disponível é a assinatura do PicPay, que é um serviço para pagamentos recorrentes. Por exemplo, esta opção pode ser aplicada a crowdfunding, clubes de assinatura ou produtores independentes.

Para ter este tipo de conta no PicPay, deve ser feito um perfil no site “Assinaturas.picpay.com/app/register” (sem aspas) e definir os planos, valores e recompensas disponíveis para o assinante Quantidade.

Portanto, o projeto será exibido no PicPay, e as doações podem ser selecionadas. O PicPay Assinaturas permite que os produtores vejam algumas informações sobre os doadores e colaboradores, como contatos e cidades.

Um relatório de todos os balanços financeiros também é fornecido. O serviço cobrará uma taxa de 1,99% para cada pagamento que você receber, e o dinheiro será creditado em sua conta em até 30 dias úteis.

Quais os concorrentes do PicPay?

Além do PicPay, o Brasil possui diversos tipos de carteiras digitais, é interessante entender as vantagens de cada carteira para escolher a carteira que mais se adapta às suas necessidades.

O PagSeguro, vinculado ao PagBank, permite a venda de QR Code à vista, à vista, em conta bancária digital, com taxa de 0,99% para cada transação.

O PagSeguro também promove a venda online por meio da opção “Link de Pagamento”, que não requer site ou máquina para arrecadar dinheiro na Internet.

O serviço PagVendas também pode ser utilizado como ferramenta de negócios online, com relatórios de vendas, emissão de notas fiscais e funções de gerenciamento de produtos e clientes.

O aplicativo MercadoPago oferece serviços semelhantes ao PicPay, como recibos e faturas de pagamentos, transferências entre contas, cobrança de celulares e saques no Banco24Horas.

A parceria com o Mercado Livre é um diferencial interessante, que possibilita o uso da carteira digital para fazer compras na plataforma. Não há taxa de repasse para o saldo da carteira, sendo aceitos pagamentos de boletos de até R $ 500. Excedido esse valor, será cobrada taxa de 4,99%. Além disso, a taxa de saque em dinheiro é de R $ 9,90.

Por outro lado, em comparação com o PicPay, o PayPal tem algumas diferenças importantes. O aplicativo permite efetuar e receber pagamentos do exterior e garante o pagamento dos portes de envio em caso de devolução.

Outros serviços disponíveis incluem cobrança por meio de links, linhas de crédito para empresas via PayPal Captalys e links para possível e-commerce. A taxa é de 4,67%, mais uma taxa fixa de R $ 0,60 para pagamento do Brasil. Para moedas estrangeiras, a taxa de câmbio é de 6,4% mais uma taxa de câmbio fixa com base na moeda.

Veja Ainda: Cartão de Crédito Netshoes descontos exclusivos para apaixonados por futebol

Deixe um comentário